ICÔNICO COGNAC MARTELL COHIBA RETORNA AO BRASIL

0
2571

O Cognac Cohiba Martell está de volta ao mercado com seus aromas complexos e soberbos, em homenagem aos lendários charutos cubanos

Conhaques e charutos são prazeres complementares e há muitos anos desfrutam de uma rara aliança. Que o digam Churchill, Hemingway e Fidel Castro, por exemplo. A Maison Martell traduziu com maestria essa tendência e tem em seu portfólio a união de duas casas icônicas em um produto único que está de volta ao mercado: o Cognac Martell Cohiba, símbolo da aliança perfeita de expertise e excelência dessas duas lendas.

A garrafa já revela a essência criativa da Maison ao adotar linhas imponentes com traços de inspiração cubana mesclados à mais pura tradição francesa. A fita lisa de seda escorre pela garrafa e induz a uma viagem imaginária. Já a caixa que guarda esta joia é a porta de entrada para o tesouro que irá revelar: a garrafa única de Martell Cohiba, composição de eaux-de-vies envelhecidos no famoso terroir de Grande Champagne.

Dono de aromas complexos e intensos, este cognac raro homenageia seu parentesco com os lendários charutos cubanos Cohiba. Seu criador, Dom Eduardo Rivera, o apresentou a Fidel Castro que o adotou, em 1963, como seu companheiro inseparável. Três anos mais tarde, o charuto foi rebatizado de “Cohiba”, termo nativo para tabaco antes da chegada de Cristóvão Colombo, mas não disponibilizado para compra até 1982.

Desde então, o círculo de aficionados cresceu continuamente. Hoje, nenhum outro charuto “Habano” pode rivalizar com sua reputação de excelência. Só faltava um companheiro ideal para atender a essa necessidade. Foi então que a Martell criou o Cohiba Cognac.

O Cognac Martell Cohiba tem uma cor âmbar, com reflexos dourados e notas de mogno. No nariz traz notas suaves de café e frutas secas, amêndoas tostadas, avelãs e nozes. E aromas florais sutis, como alcaçuz. Na boca é arredondado, suave e doce, com um ligeiro sabor de nozes no final.

Para quem não conhece a história da Maison Martelll, ela foi findada em 1715, quando Jean Martell inaugurou a primeira das grandes casas de conhaque na cidade de mesmo nome. A Maison Martell logo estava exportando seus conhaques ao redor do mundo para mercados que iam da vizinha Grã-Bretanha aos confins da América do Sul. Seus sucessores preservaram cuidadosamente esse espírito de independência e a visão inspirada para fazer conhaques excepcionais que levam o nome Martell para todo o mundo. A Maison Martell encontrou no Cohiba uma alma gêmea

O Cognac Martell Cohiba está disponível para compra no site www.drinksandclubs.com.br ao preço sugerido de R$ 3.589,90.

SEM COMENTÁRIOS